Pessoas com deficiência, população de rua e adolescentes serão beneficiadas pelo Pronatec Direitos Humanos

As pessoas com deficiência, os adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas e os moradores de rua serão beneficiados por uma modalidade que terá o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

O Pronatec Direitos Humanos teve critérios e regras para serem executados e monitorados que foram definidos em portaria da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da Republica, e foi publicada no dia 29 no diário Oficial da União.

3 grupos do Pronatec Direitos Humanos

Segundo a portaria, essa modalidade vai ser dividida em três grupos:

  • Pronatec Viver Sem Limite
  • Pronatec População de Rua e
  • Pronatec Sinase

O aperfeiçoamento e a qualificação profissional dos três grupos estarão dentro das regras do programa que são estabelecidas, a partir de demandas apresentadas pela SDH, pelo Ministério da Educação.

Ao igual que em outras modalidades do programa, os cursos do Pronatec Direitos Humanos vão ser ofertados pelas redes federais, estaduais e municipais de educação profissional e instituições dos serviços nacionais de Aprendizagem.

Desde sua criação, em 2011, o Pronatec já ofereceu cerca de 7,5 milhões de vagas. A meta do governo é chegar a 8 milhões até o fim de 2014.

Deixe uma resposta